fev 16, 2020

10 erros de produção de vídeo caros que cometemos

A produção de vídeo é um empreendimento empolgante, mas erros podem custar caro a você. Em qualquer projeto, todos se esforçam para o melhor e trabalham para uma melhoria de um processo com mais eficiência e de um resultado final com mais qualidade, mas somos humanos. Negligenciamos conversas importantes no planejamento. Verificamos tudo do checklist, exceto o item que foi a nossa ruína. Às vezes, a tecnologia decide trabalhar contra nós, mas, como qualquer criativo, aprendemos com nossos erros.

Se você planeja seguir com a criação de vídeos para o seu marketing de conteúdo, queremos que sua experiência ocorra da maneira mais tranquila possível. É por isso que estamos compartilhando 10 dos erros de produção de vídeo mais caros e embaraçosos que cometemos que nos custaram dinheiro, tempo, energia ou todos os itens acima. Que você nunca os repita.

 

1) Errando a TAGLINE.

Nunca se esqueça: o diabo está nos detalhes. Uma vez, em um projeto em que tudo estava indo bem, percebemos que a cena final usava com uma palavra de duplo sentido no slogan. Para corrigir esse pequeno erro, acabamos pagando uma revisão no vídeo com nova edição final do material em diferentes formatos para atender todas as plataformas de veiculação. É claro que absorvemos os custos e atendemos o prazo.

 

2) O storyboard mudou e a lista de pré-produção não.

Pequenas falhas de comunicação acontecem. Mas quando passam despercebidas e não são refletidas na lista de verificação da pré-produção, pequenas falhas de comunicação tornam-se enormes dores de cabeça. Já aconteceu algumas vezes. Algumas menores, outras maiores,mas em todas precisamos ajustar as coisas no set para tomar novas decisões. Antes do início da produção de vídeo, verifique se todos os pontos da lista de pré-produção estão batendo com o storyboard aprovado.

 

3) Maus atores coadjuvantes.

Cuidado com as apostas. Geralmente, você obtém exatamente o que espera, mas esse nem sempre é o caso. Contratar talentos com base apenas em uma foto não dá uma ideia de quem eles podem ser no set. Mesmo que seus atores principais sejam bons, os coadjuvantes, embora sejam jogadores de segundo plano, ainda podem destruir uma cena. É claro que um problema como esse pode ser resolvido sem grandes perdas, mas é claramente um desperdício de tempo, energia e dinheiro.

 

4) Questões tecnológicas.

Seja porque não testamos o equipamento  no dia anterior ou esquecemos algo tão pequeno quanto um cabo ou um adaptador, problemas de tecnologia podem sabotar a produção de vídeos em todas as etapas. Atrasa tudo desnecessariamente e não pode ser resolvido com uma decisão rápida. Não importa o quê seja, alguém tem que voltar a um escritório, um armazém ou uma loja para corrigir o problema.

 

5) Negligenciando o departamento de arte

Há tantos detalhes a serem considerados na produção de vídeos que não surpreende quando uma pergunta aparentemente óbvia fica sem resposta.

Em uma sessão, tivemos uma confusão inocente sobre algo muito, muito importante: quem diabos iria pintar nosso cenário? Perguntamos sobre esse detalhe na noite anterior a gravação e a resposta foi ninguém. O resultado foi nossa própria equipe pintando os materiais até às 2h da manhã . Não tínhamos certeza se os conjuntos haviam terminado de secar quando começamos a rodar.

 

6) Internet ruim.

Não é novidade que o serviço de internet no Brasil é muito ruim. Alguns escritórios atrás, nossa internet estava sempre nos causando problemas. Tinha dias ruins e dias miseráveis. Um dia enquanto estávamos no prazo final para o do vídeo, a internet estava sendo particularmente ruim. Tudo foi feito com horas de sobra, mas o vídeo ainda não havia sido carregado. Nosso computador nos informou que o upload levaria dias. Conseguimos resolver o problema no dia, mas hoje trabalhamos com 2 operadoras e sistemas de proteção.

 

7) Verificar a tecnologia em vez do talento.

Só porque uma agência de produção de vídeo possui câmeras de última geração com o equipamento mais recente para backup, não significa que ela é a mais qualificada. Às vezes, acaba se tornando um fiascos e um pesadelo, eles podem nem saber como usar os equipamentos.

Em um ou dois casos, ficamos tão impressionados com o que os fornecedores trazem para a mesa que ignoramos seus projetos anteriores. Grande erro. Lembre-se: você precisa de pessoas com as habilidades necessárias para gravar imagens de qualidade e não equipamentos de qualidade.

 

8) Autorizações inadequadas.

Para que sua filmagem seja bem-sucedida, tudo precisa estar em ordem. Se você não tiver todas as permissões adequadas registradas, seja da cidade, departamento de bombeiros ou outro, isso poderá afetar drasticamente o seu dia de produção. Pior, você pode ser multado. Certifique-se de que alguém da equipe tenha sua papelada totalmente em ordem antes de ir para as gravações.

 

9) Sem estacionamento.

Reserve a área de estacionamento e cuide dela como se sua vida dependesse disso. Em muitos casos não nos damos conta da quantidade de veículos que irão permanecer no  local da gravação durante um longo tempo. Se você não se preocupar antes irá ter que parar em um local proibido e correr o risco de levar uma multa.

 

10) “Vamos corrigir tudo na pós”.

É fácil jogar essa frase no set, mas deve ser evitada a todo custo (inevitável). O que pode ser resolvido em 10 minutos pode levar horas para ser feito na pós-produção. Quando você usa essa frase, o que realmente está dizendo é que ainda não descobriu a solução e deseja lidar com ela mais tarde.

 

Se precisar de uma ajudinha no planejamento da produção de vídeos e quiser encontrar um bom parceiro nos procure, também preparamos um conteúdo com dicas sobre como escolher uma produtora de vídeos. Enquanto isso, não importa o seu próximo projeto, desejamos uma produção sem erros.