out 18, 2021

Saiba como usar o Data Storytelling e ter sucesso no marketing

A estratégia de conteúdo depende de inúmeros fatores, e um dos mais importantes são os dados. Mas como o profissional de marketing deve utilizar os dados? Os dados em si não vão melhorar o seu resultado, mas sim o que você faz com eles.

Para criar um conteúdo eficaz e se conectar com as pessoas, você pode usar a narrativa de dados. Neste artigo, queremos mostrar como o Data Storytelling, ou a narrativa de dados, pode transformar a sua estratégia de conteúdo. 

 

O que é Data Storytelling?

O Data Storytelling não é apenas a visualização de dados ou a reunião de informações e estatísticas colocadas em um PowerPoint.

Esse termo engloba todo um conjunto, que vai desde a coleta de dados, passando pela extração de insights até a transformação do insight em uma história.

Com uma narrativa atraente baseada nos dados, é possível orientar a tomada de decisão e entregar informações valiosas para os clientes. 

 

O que é preciso ter no Data Storytelling?

Para montar uma boa narrativa de dados é necessário alguns elementos:

 

  • Dados interessantes: basicamente os dados que você coleta.
  • A história: é preciso identificar qual é a história que os dados contam.
  • Narrativa: como transformar os dados em uma história.
  • Visualização: o que e como você vai se comunicar, de uma maneira que seja fácil de visualizar essa história que está contando.

 

Cada peça dessas vai formar o seu Data Storytelling.

 

Como os profissionais de marketing trabalham com o Data Storytelling?

São várias formas como a narrativa de dados pode ser utilizada, seja internamente ou fora da empresa. Separamos algumas de suas aplicações:

Internamente

  • Relatório de marketing
  • Analytics
  • Pesquisas
  • Apresentações
  • Pesquisas de clientes

 

Externamente

  • Relatórios anuais
  • Relatórios
  • Artigos
  • Infográficos
  • E-books

 

Como o Data Storytelling pode ser útil para o trabalho dos profissionais de marketing?

Ao fazer uso do Data Storytelling na estratégia de conteúdo, o profissional de marketing consegue criar um conteúdo de qualidade que vai causar mais impacto e trazer uma comunicação mais eficiente com o público.

 

1 –  Fornece mais valor

Um conteúdo de maior valor fornece muito mais do que conhecimento para quem o recebe: ele fornece uma visão, que ajuda na tomada de decisões.

Com tantos dados por aí, é preciso ser diferente e oferecer um significado para os dados. Por esse motivo o Data Storytelling se mostra tão importante para quem trabalha com conteúdo. Dar vida e significado aos dados é compartilhar mais compreensão. 

As empresas e marcas precisam saber trabalhar com a narrativa de dados, uma importante ferramenta na operação de marketing.

E o público está querendo um conteúdo diferente. Hoje em dia, nem tudo é útil e valioso, e encontrar um material que amplie os conhecimentos e que ajude a resolver problemas é sempre bem-vindo.

Ao entregar um conteúdo por meio do Data Storytelling, a marca consegue se posicionar de uma maneira mais confiável no mercado, justamente por estar entregando um serviço que faz a diferença. 

O Data Storytelling pode ajudar também sua marca a encontrar uma melhor maneira de trabalhar e a tomar decisões, melhorando o ROI.

 

2 – Reforça a marca

Muitas marcas não sabem como conseguir ideias originais para suas histórias, e uma mina de ouro está nos próprios dados internos. Com eles, é viável criar novas e boas histórias.

Com essas informações, é possível contar histórias sobre seu negócio, clientes e muito mais, trazendo um tópico que ainda não foi explorado e uma nova perspectiva para as pessoas ou mercado.

E, novamente, vale ressaltar que o Data Storytelling pode ajudar a empresa a se destacar dos concorrentes. Uma boa história baseada em dados publicada em alguma revista reconhecida vai trazer mais reconhecimento à marca, podendo atingir um novo público. 

Para se ter uma ideia, o LinkedIn cria um conteúdo sobre tendências de emprego graças ao acesso que tem aos de 174 milhões de perfis e 20 mil empresas do LinkedIn nos Estados Unidos, além dos 3 milhões de anúncios de emprego na plataforma. Com tantos dados à disposição, a empresa conseguiu ter uma boa sacada ao oferecer um valioso material para diferentes profissionais. 

 

3 – Traz confiança

Em um mundo cheio de conteúdo, não é exagero que muita coisa que vemos por aí não presta. Ao usar o Data Storytelling, sua marca oferece uma história com dados confiáveis, ganhando assim credibilidade e confiança dos clientes.

 

4 – Fixação da mensagem

O conjunto entre narrativa e visualização faz com que você atinja tanto o lado analítico do cérebro como o lado emocional. E isso ajuda a fazer com que as pessoas gravem a informação. 

 

  • Compreensão: como o cérebro é programado para processar mais rapidamente mais imagens do que linguagem, ‘ver’ os dados deixa a mensagem mais fácil de ser entendida. 
  • Retenção: todo dado que é processado visualmente tem mais chance de ser lembrado depois. 
  • Apelo: uma informação visualmente estimulante com certeza vai tornar o conteúdo mais chamativo para o leitor. 

 

5 – Envolve os clientes

Uma das ideias do Data Storytelling é fazer as pessoas se envolverem na história. Há dois tipos de história, a narrativa e a exploratória. 

 

Na primeira, os clientes são guiados através de uma narrativa até chegar à conclusão. Já na outra, as pessoas são incentivadas a explorar os dados, focando nas histórias que acha mais importantes e tirando as próprias conclusões.  

 

6 – Diferentes formatos

As ideias e conteúdo obtidos com o Data Storytelling podem ser comunicados de diferentes maneiras e formatos. Separamos alguns:

 

  • Artigos
  • Relatórios anuais
  • Brochuras
  • Infográficos
  • Estudos de caso
  • Gráficos de movimento
  • Microcontent
  • Relatórios
  • Vídeos
  • Apresentações
  • Motion graphics

 

O conteúdo ainda pode ser reaproveitado. Ou seja, os dados usados em um artigo podem fazer parte também de um infográfico. 

 

Onde conseguir o Data Storytelling?

Embora o Data Storytelling seja uma importante ferramenta, não é toda empresa que faz bom uso dele. Isso porque os relatórios e dados não costumam chegar até a equipe de marketing. Ou, então, esses profissionais não sabem o que fazer com as informações recebidas, deixando de usar valiosos dados.

Existem várias maneiras de obter os dados e informações para a criação de histórias.

 

Internamente

Já vimos que muitas das principais informações vêm dos próprios dados da empresa. Quem trabalha na criação de marketing de conteúdo sabe bem disso. Os dados podem vir dos clientes, de relatórios, pesquisas e muito mais!

 

Externamente

Há inúmeros sites que trazem dados confiáveis na internet que sua empresa pode usar para fazer o marketing de conteúdo. As informações podem vir, por exemplo, de agências governamentais, empresas de pesquisa ou dados gerais da indústria. 

 

Como montar o melhor Data Storytelling

Alguns profissionais podem ficar em dúvidas de como trabalhar com dados e em como transformar os dados em uma interessante histórica. Trazemos algumas dicas para os profissionais de marketing. 

 

Forneça dados confiáveis

Sabemos como os dados podem ser manipulados ou mal interpretados, por isso oferecer dados de fontes confiáveis é algo muito importante.

 

Encontre a história

Muitas vezes você olha os dados e não consegue imaginar qual história contar. Mas a narrativa pode estar nos detalhes: em uma tendência ou valores discrepantes, por exemplo. 

 

Crie uma narrativa envolvente

Com os dados e a história em mãos, é hora de criar a narrativa. E para ela ter resultado é preciso fornecer valor, ou seja, ensinar algo, inspirar ou oferecer soluções para quem vai receber o material. 

A narrativa que você criar vai envolver os leitores e guiá-los a uma conclusão.

 

Escolha o melhor formato

Um gráfico mal projetado pode levar seu Data Storytelling para o buraco. É preciso oferecer uma boa visualização de dados, então trabalhe com o designer especialista no assunto.

 

Esteja sempre atualizado

Os profissionais de marketing precisam saber trabalhar também com o Data Storytelling, mas não é todo mundo que vai se especializar na narrativa de dados. É importante também ter um bom conhecimento nas práticas de marketing de conteúdo, que vai te ajudar a contar boas histórias.

Para se especializar na área, você pode conferir outros artigos da Baloodesign:

 

Se quiser mais informações sobre como trabalhar com Data Storytelling e marketing de conteúdo, é só nos chamar para uma conversa!